Pilotis Brasão da PUC-Rio - voltar para a página principal d a universidade
ISSN 1516-6104
Rio de Janeiro, 14/07/2020
Departamento de Direito
Publicação Online

inicio do menu
item
 Primeira Página
inicio do menu
pixel
inicio do menu
item
Missão e Política Editorial
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Conselho Editorial
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Notas aos Colaboradores
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Normas de Publicação
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Indexação e Distribuição
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Contato
inicio do menu
separador
inicio do menu
item
Créditos
inicio do menu
pixel
inicio do menu
 BUSCA
consulta avançada
inicio do menu
pixel
Todos os Exemplares
   
   

  Nº 55, jul./dez.2019
Iniciativa popular no Brasil: tendências punitivistas e dificuldades democráticas
Por: Alessandro Soares

Resumo

Este artigo analisa o instituto da iniciativa popular consoante previsto na Constituição brasileira de 1988. A partir de uma abordagem histórica, procuraremos identificar algumas experiências formais e informais relacionadas à implementação de iniciativas populares no País. Argumentaremos que esse mecanismo de democracia direta foi acolhido de maneira austera pela Carta Política brasileira, neutralizando as suas potencialidades democráticas e de controle do poder. Como resultado prático, demonstraremos que há uma tendência clara de utilização da iniciativa popular como meio de expandir políticas repressivas no campo político e penal. De outra perspectiva, as iniciativas informais implementadas ao longo do tempo indicam uma insuficiência democrática do instituto, impondo um debate sobre novos arranjos institucionais.  

Palavras-chave: democracia direta, iniciativa popular, populismo penal, participação popular.

Popular initiative in Brazil: punitive tendencies and democratic difficulties

Abstract

This article analyses the institute of popular initiative foreseen in the 1988 Brazilian Constitution. Based on an historical approach, we identify some formal and informal experiences related to the implementation of popular initiatives in the country. We argue that this direct democracy mechanism was embraced in an austere fashion by the Brazilian Political Charter, thus neutralizing its democratic potentiality and power control. As a practical result, we show that there is a clear tendency of utilizing popular initiative as a way of expanding repressive policies in the political and penal field. From another perspective, the informal initiatives implemented over time indicate a democratic insufficiency of the institute demanding a debate on new institutional arrangements.


Keywords: direct democracy, popular initiative, penal populism, popular participation.

n55a1-Iniciativa popular no Brasil.pdf | Iniciativa popular no Brasil: tendências punitivistas e dificuldades democráticas


Nº 55, jul./dez.2019



 

Outras matérias:

anterior < Última edição

próxima > O argumento de autoridade no Supremo Tribunal Federal: uma análise retórica em perspectiva histórica

 

 
     
fim das matérias

Copyright:
As opiniões emitidas são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores.Permite-se a
reprodução total ou parcial dos trabalhos, desde que explicitamente citada a fonte.
Abaixo rodapé  do site da PUC


Powered by Publique!